Ao utilizar este website está a concondar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies, onde poderá desactivar os mesmos.

OK
PT
EN ES FR
Marcar reunião online

Marcar reunião online

Preencha os seus dados e nós entraremos em contacto consigo para marcar a web call
* Campos de preenchimento obrigatório

Existem 3 formas de dissolução: por decisão voluntária dos sócios, a pedido dos credores ou por ordem dos Tribunais.

Cingindo-nos à forma de dissolução por decisão voluntária dos sócios (Members' voluntary winding up), deverá ser seguida uma sequência de factos /atos jurídicos.

Em primeiro lugar, é necessário regularizar a empresa perante o Malta Business Registry (MBR), o Inland Revenue Department (IRD) e o VAT Department, se a empresa tiver um número de IVA Maltês. Assim, os gerentes/administradores deverão assegurar que prepararam e entregaram:

 

Perante o Malta Business Registry (MBR):

  1. Contas auditadas de cada ano desde a data da sua constituição até à data da dissolução;
  2. Declarações e emolumentos anuais de cada ano;
  3. Pagamento de todas as multas pendentes por eventuais incumprimentos.

 

Perante o Inland Revenue Department (IRD):

  1. Declarações de imposto de cada ano desde a data da sua constituição até à data da dissolução;
  2. Pagamento de todos os impostos, se aplicável;
  3. Pagamento de todas as multas pendentes por eventuais incumprimentos.

 

Perante o Departamento de IVA:

  1. Declarações de IVA de todos os períodos relevantes;
  2. Declarações recapitulativas de todos os períodos relevantes;
  3. Pagamento de todos os impostos (IVA), se aplicável;
  4. Pagamento de todas as multas pendentes por eventuais incumprimentos.

 

Deverão então a gerência/administração deliberar a dissolução voluntária da empresa, decidindo uma data de dissolução, que deverá ser no último dia de um mês, data essa que deverá ter em conta o tempo necessário para a regularização da empresa, incluindo pagamento de dividendos, transferência de ativos, pagamento a credores, venda de stocks, etc.

A gerência/administração deverá preparar as contas auditadas da empresa da data da dissolução (Dissolution Date Accounts).

Com base nestas contas, a gerência/administração deverá emitir uma Declaração de Solvência (Declaration of Solvency), dizendo que a empresa irá pagar todos os seus credores no prazo de um ano, um Aviso de dissolução (Notice of Dissolution) e a Nomeação do Liquidatário. Estes documentos deverão ser entregues no Malta Business Registry (MBR) no prazo de 14 dias após a data de dissolução, sob pena de sujeição a multa.

Uma vez em dissolução, o Liquidatário nomeado (pessoa física residente em Malta) assumirá a administração da empresa, em substituição dos gerentes/administradores, a partir da data da sua nomeação.

Se a empresa tiver um número de IVA Maltês, o Liquidatário irá informar o Departamento de IVA de que a empresa entrará em liquidação em 30 dias, o que irá levar ao cancelamento do registo para efeitos de IVA se a empresa estiver regularizada. Não estando a empresa regularizada, o registo para efeitos de IVA manter-se-á até ser regularizada.

É usual e resultante das boas práticas de qualquer Liquidatário em Malta proceder à publicação de em dois diários locais anunciando que a empresa entrou em liquidação, convidando à reclamação de quaisquer créditos num prazo de 2 meses. Uma vez que o Liquidatário é responsável por todos os atos praticados nesta fase e que uma das suas principais responsabilidades é assegurar que todos os assuntos foram diligentemente tratados e investigados (por exemplo, que todos os credores são pagos), normalmente é concedido um prazo adicional de 2 meses, totalizando 4 meses após a data da dissolução (assumindo que nenhum crédito é reclamado).

Nesta fase deverão ser preparadas as Contas Finais da empresa (Accounts of Winding-up), que deverão ser auditadas.

Os sócios da empresa deverão, então, aprovar estas contas e o Esquema de Distribuição (Scheme of Distribution). De seguida, o Liquidatário deverá apresentar perante o Malta Business Registry (MBR) as Contas Finais da empresa, o Esquema de Distribuição aos sócios e a Declaração do Liquidatário. Nesta declaração, o Liquidatário informa o Registo que o processo se encontra concluído e requer o cancelamento do registo (strike-off) da empresa.

Depois das Contas Finais aprovadas pelos sócios e apresentadas ao Registo, o Liquidatário irá preparar e apresentar a Declaração Final de Imposto da empresa. Deverá ainda apresentar as Contas Finais Auditadas da empresa ao Comissário da Receita, requerendo o cancelamento do número fiscal da empresa, assegurando-se que o mesmo é realizado.

Se nesta fase a empresa ainda estiver registada para efeitos de IVA, por não estar ainda regularizada, o Liquidatário deverá envidar todos os esforços para regularizar a situação e requerer o cancelamento respetivo e assegurar-se que o mesmo é efetuado (o Departamento de IVA notifica a empresa de tal facto).

 

Completados estes passos, compete ao Malta Business Registry (MBR) a finalização deste processo:

  • Exame das Contas e Esquema de Distribuição para garantir a sua correção - se erros / gralhas forem encontradas, serão devolvidos ao Liquidatário para proceder às correções necessárias; 
  • Registo das Contas Finais, do Esquema de Distribuição e da Declaração do Liquidatário e publicação no seu site; 
  • Publicação de um aviso de conclusão da dissolução da empresa, permitindo um período de 3 meses para que qualquer interessado impugne o cancelamento do registo perante os tribunais civis.

Decorrido o prazo de 3 meses sem que haja qualquer reclamação ou impugnação, o Registo irá proceder ao cancelamento do registo.

Como podemos ajudar

A NEWCO é uma empresa de serviços profissionais especializada na operacionalização de investimento estrangeiro em Portugal e em Malta. Com três décadas de experiência e know how, asseguramos todos os serviços que os investidores estrangeiros necessitam para maximizar as oportunidades e mitigar os riscos da sua operação num novo país, permitindo-lhes focar apenas no seu negócio. Contacte-nos para compreender como podemos operacionalizar o seu investimento ou mudança de residência para Portugal, incluindo a Ilha da Madeira, ou Malta.

Contacte-nos