Ao utilizar este website está a concordar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies.

OK
Marcar reunião online

Marcar reunião online

Preencha os seus dados e nós entraremos em contacto consigo para marcar a web call
* Campos de preenchimento obrigatório

A NEWCO é uma empresa de serviços profissionais especializada na operacionalização de investimento estrangeiro em Portugal, incluindo na Ilha da Madeira, e Malta.

Lisboa: Desconfinamento e Novas Oportunidades
02 jun 2021

Lisboa: Desconfinamento e Novas Oportunidades

Falar de desconfinamento é falar do regresso a alguma normalidade, retomando liberdades que estavam limitadas. Ainda que com o processo de desconfinamento - acompanhado de campanhas de vacinação em massa - não venha o fim da pandemia, é uma “luz ao fundo do túnel” que nos permite respirar de alívio (não se esqueça da máscara!) e ter esperança de que este será um primeiro passo na recuperação económica e social global.

O processo gradual de desconfinamento em Portugal começou a meados de março e tem, desde aí, vindo a evoluir sem grande revés. A atual fase (iniciada a 1 de maio) permite:

  • Restaurantes e espetáculos até às 22h30. A lotação máxima é de seis pessoas por mesa no interior e dez pessoas por mesa nas esplanadas;
  • Comércio em geral: até às 21h00 nos dias de semana e até às 19h00 nos fins de semana e feriados.
  • A prática de todas as modalidades desportivas passa a estar permitida, bem como todas as atividades físicas ao ar livre;

A abertura dos restaurantes, espaços culturais, lúdicos e desportivos serve de mote perfeito para falarmos de Lisboa, o centro político, cultural e económico de Portugal.

 

Olisipo

Lisboa é povoada desde há milhares de anos, e é considerada a segunda capital mais antiga da Europa. Após a conquista romana, passou a ser designada por Olisipo. Da prolongada ocupação romana ainda restam alguns vestígios, sendo os de maior destaque as Galerias Romanas da Rua da Prata e o Teatro Romano de Lisboa. Após a queda do império romano, Lisboa teve períodos de ocupação por tribos germânicas (principalmente os Suevos e os Visigodos) e, posteriormente pelos Mouros. Estes últimos tiveram uma influência inegável no estabelecimento de Lisboa num dos principais centros económicos da região ibérica. Em 1147, D. Afonso Henriques, o primeiro rei português, conquistou a cidade, que alguns anos depois tornou-se na capital do Reino (mais tarde Império) de Portugal.

Atualmente, Lisboa é uma cidade moderna, cosmopolita, carismática e vibrante.

 

Lisboa, Menina e Moça

Esta frase, título e refrão de uma das mais famosas cantigas de Carlos do Carmo encapsula bem o espírito lisboeta. Esta é uma cidade que, independentemente do seu passado secular e rica história, continua com uma alma jovem e ambiciosa, em constante afirmação para com o mundo. Recentemente, um estudo posicionou Lisboa como uma das 20 melhores cidades do mundo para empreendedores. Têm sido feitos vários investimentos públicos para incentivar o empreendedorismo e a captação de empresas. Grande parte do tecido empresarial português é constituído por pequenas empresas, e nos últimos anos o aparecimento de start-ups tem crescido exponencialmente. Portugal quer se posicionar com um dos centros de inovação tecnológica e empresarial da Europa, com Lisboa como o seu hub.

 

Cheira a Lisboa…

O que mais dizer sobre o encanto lisboeta que já não tenha sido dito? A cidade de Lisboa é conhecida pela sua rica arquitetura, com variados estilos, do Gótico, ao Manuelino ao Pós-Moderno. Vários museus povoam a cidade, sendo os mais visitados o Museu Nacional de Arte Antiga e o Museu Nacional dos Coches. Este último possui a mais importante coleção mundial de coches reais. Outras paragens obrigatórias incluem a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, o Terreiro do Paço e o Castelo de São Jorge. No entanto, a melhor maneira de conhecer Lisboa é a pé, explorando as zonas históricas da Baixa e de Belém, as ruas estreitas e os becos de Alfama, as lojas do Chiado, o Parque das Nações e as atrações noturnas do Bairro Alto.

 

Viver em Lisboa

Com o crescimento do trabalho remoto, não é surpresa nenhuma que cada vez mais estrangeiros tenham aproveitado para se radicar em Lisboa. Portugal está bem preparado para receber não residentes que queiram para cá se mudar e/ou investir, nomeadamente através do programa de Residência Não-Habitual (RNH) e de autorizações de residência.

Em Portugal existem três programas especiais para os cidadãos de fora da União Europeia que queiram instalar-se e investir no país. Assim, temos autorizações de residência para:

  • Atividade de investimento (Golden Visa)
  • Atividades de empreendedorismo e/ou inovação (Start-Up Visa)
  • Trabalhadores altamente qualificados (Tech Visa)

Pode consultar mais informações sobre estes programas ao clicar neste link.

Por outro lado, o estatuto de Residente Não Habitual (RNH) em Portugal oferece incentivos e isenções fiscais para estrangeiros que queiram se instalar em Portugal. Estes incentivos incluem uma taxa de imposto reduzida para trabalhadores altamente qualificados, isenções fiscais para algumas categorias de rendimentos obtidos no estrangeiro, e uma taxa de tributação especial (10%) sobre as pensões obtidas no estrangeiro. Consulte a nossa Brochura abaixo para mais informações.

Saiba mais:


Brochura

Viver em Portugal

download